Home Mensagem

Mensagem


No dia 29 de Novembro de 1932, em torno das 18 horas, o senhor Voisin pediu algo a seus filhos Fernande (15 anos) e Albert (11 anos): irem buscar a irmã deles (Gilberte de 13 anos) no pensionato das Irmãs da Doutrina Cristã de Nancy. A caminho, as crianças convidaram para virem com elas as amigas Andrée Degeimbre (14 anos) e a irmãzinha dela (Gilberte de 9 anos).



Quando Albert tocou a campainha na porta do pensionato, ele se virou e percebeu a Santa Virgem Maria passeando no ar, em cima da ponte da estrada de ferro que fica na rua de Rochefort. Sua irmã e suas amigas, incrédulas, se viraram também e assim puderam ver como Albert “a bela senhora”. A Irmã Valéria veio abrir a porta. As crianças lhe falaram sobre a presença da Virgem.



Não acreditando nestas besteiras, a religiosa foi buscar Gilberte que estava estudando. Sem saber do que tinha se passado antes, Gilberte chegou  e viu também a Santa Virgem passeando no ar em cima da ponte. Com mêdo, as crianças correram para casa, mas prometendouns aos outros vir de novo buscar Gilberte no dia seguinte na mesma hora.


No dia 30 de Novembro, a Santa Virgem apareceu de novo em cima da ponte e  o mesmo se passou no dia 1 de Dezembro mas neste dia Ela desapreceu e apareceu de novo perto de um arbusto de azevinho (houx) situado a alguns metros de porta de entrada do pensionato e, em seguida, Ela desapareceu e reapareceu em baixo de um  galho de um espinheiro (aubépine) perto da grade da entrada do jardim do pensionato. Foi aí que Maria se manifestou ainda cerca de trinta vezes até o dia 3 de Janeiro de 1933.



Maria aparecia com um vestido branco que tinha reflexos azuis. A cabeça estava coberta  por um longo véu branco que tocava os Seus ombros. Da Sua cabeça saíam raios de luz que formavam uma coroa. Habitualmente, Ela tinha as mãos juntas e sorria. A partir do dia 29 de Dezembro, as crianças perceberam entre os braços abertos de Maria, o Seu coração cheio de luz, como um corção de ouro. É daí que vem o nome da Nossa Senhora de Beauraing : A Virgem do Coração de Ouro.

No dia 2 de Dezembro, quando as crianças perguntaram « O que a senhora deseja de nós ? », Maria falou pela primeira vez : Sejam bem comportados (sábios). Mais tarde, de noitinha, quando Maria apareceu de novo, ela disse: É verdade, que vocês serão sempre sábios ? No dia 8 de Dezembro, as crianças entraram em êxtase durante quinze minutos. Elas disseram : « Ela estava mais linda do que nunca ! » No dia 17, Maria pediu uma capela. No dia 21, quando as crianças perguntaram quem ela era, Maria respondeu : Eu sou a Virgem Imaculada. No dia 23, as crianças perguntaram : Por que a Senhora vem aqui ? Para que venha-se aqui em peregrinação ! A partir do dia 30 de Dezembro, Maria revelou o essencial de Sua mensagem.

No dia 30, Ela disse : Rezem, rezem muito.No dia 1 de Janeiro : Rezem sempre. No dia 3, Maria confiou um segrêdo às três crianças mais novas. Ela prometeu : Eu convertirei os pecadores. Ela se revelou ainda mais : Eu sou a Mãe de Deus, a Rainha dos céus. E Ela perguntou : Vocês amam o Meu Filho ? Vocês me amam ? Então sacrifiquem-se por Mim. Adeus.



Duas curas foram reconhecidas como sendo miraculosas. O culto foi autorizado no dia 2 de Fevereiro de 1943. A autenticidade dos fatos foi reconhecida no dia 2 de Julho de 1949  por Dom Charue, bispo de Namur. As cinco crianças que viram Nossa Senhora já faleceram. A mais jovem, Gilberte Degeimbre faleceu no dia 10 de Fevererio de 2015. O seu testemunho foi gravado em um vídeo de 47 minutos. Hoje, numerosos peregrinos visitam em oração o santuário de Nossa Senhora do Coração de Ouro em Beauraing.